7 de novembro de 2007

Pegado vs. Diego Mainardi

Não sou nenhum colunista profissional de revista ou jornais conhecidos nacionalmente. Nem mesmo sei se sou um colunista. Mais para abrir a minha primeira postagem vou começar com um colunista famoso, se é que podemos chamar assim. Tudo porque escutei alguns rumores que serei melhor que o Carlos Drummond escrevendo. Será?

Meu pai é um dos assinantes da revista Veja, não quero aqui fazer propaganda, mais todos sabemos que ela existe, e muito de nós lemos. Às vezes ele me força a ver alguns artigos que nela estar presente. De cara feia e soltando fumaça pelo nariz sento no sofá e começo a folhear, sábados a noite são geralmente um saco. Para fazer o tempo passar e obedecer a ordem do doutor, vou-me a leitura.

Logo se deparamos com capa alarmante e sensacionalista da veja, - Meu Deus o Che guevara, o mito da geniosidade comunista. Então abrimos e lá está a famosa folha amarela. Parte que predomina sempre as entrevistas. Que em minha opinião é de bom feito. Os entrevistados são sempre bons e tem idéias coerentes. Adentrando mas ainda temos os e-mails e cartas dos leitores, que cai entre nós é um saco né!?!! E aí vem uma parte de fofocas, será essa a expressão para parte do “VEJA ESSA”?

Você vai folheando, folheando e encontra a parte da matéria de capa. Começa a ler, e os leitores mais ligantes começam a perceber uma sutil contrapartida do jornalista que escreveu. Como em uma das suas matérias falando do Che Guevara, fiquei horrorizado, como conseguiram passar apenas a idéia negativa da vida dele. Todos sabemos que ele não foi um santinho do pau oco e que matou muitas pessoas, eu particularmente sou contra isso, e devo admitir que ele em muitos passos da vida foi autoritário e rebelde. Mais que ele foi um ícone ele foi. Poderiam ter expandido mais as suas idéias.

Ai você pergunta e porque citei o Diego Mainardi no tema da minha postagem? Vou lhes responder agora. Como bem falei meu pai obriga-me a ler alguns artigos da veja, gosto bastante de tentar interpretar as idéias dos que ali escrevem. Um eles e meu amigos e estimado Mainardi. Que por sinal é um dos grandes cronistas brasileiros. Fala o que realmente quer, coisas coerentes, coisas não coerentes, tem um ponto de vista aprofundando em todos os aspectos da economia e sociologia brasileira.

Aqui estou desafiado-o, quero escrever melhor do que ele, ter um ponto de vista bem melhor e fazer com que o leitor tenha sempre um texto de uma boa argumentação.


É o que eu pretendo para mim. assim essa minha primeira coluna. Será Pegado melhor que Mainardi? Irei levantar polemicas? Assim espero.


P.S.: Dedico essa primeira postagem ao meu professor Diego Rangel. O cara pelo qual me fez se apaixonar por textos, letras e coesões.
O pequeno grande homem. Sou seu fã brother.

5 Comentarios:

André Luiz Velloso disse...

É bom escrever um rascunho antes de postar pra poder fazer correções ne...

E tem certeza de que não queria fazer propaganda? ¬¬

vlw 0_0

Verrückt disse...

Eu gostava do Mainardi, porém depois de tempo lendo ele, começa a ficar chato, ele é chato, ele quer ser chato, isso é chato e praticamente só pega no pé do lula. hehehehe
Enfim, ele bom e eu queria mais do assinar novamente a Veja, o programa Manhattan Connection na minha TV =/

Senhor_do_Infinito disse...

ae biskit
axo legal sua vontade de vencer
1 abraço

Pegado disse...

falou uma coisa certa vei!!

ele é xatoooo, que ser xatoooo!

Verrückt disse...

minha ultima frase fico bizarra

Enfim, ele é bom e eu queria mais do que assinar novamente a Veja, o programa Manhattan Connection na minha TV =/